Imagem: Reprodução Instagram Bispa Sonia Hernandes


BOLSONARO, PRIMEIRA DAMA E DAMARES RECEBEM HOMENAGEM “EM NOME DAS MULHERES EVANGÉLICAS DO BRASIL” PELO TRABALHO COM AS MULHERES NO PAÍS

 

Por: Redação

A equipe de reportagem da Rede Gospel de Televisão esteve em Brasília na terça feira (3), para gravar uma parte do programa especial de dia internacional da mulher, a líder da Igreja Renascer em Cristo, do grupo gospel Renascer Praise, dona da Rede Gospel e apresentadora Bispa Sonia Hernandes, entregou medalhas a autoridades do governo como reconhecimento pela luta incansável pelo direito das mulheres no Brasil, segundo o portal iGospel da Igreja Renascer. As medalhas representam um projeto de mulheres da igreja que é liderado por Sonia, "Mais que Vencedoras" que existe há alguns anos e trabalha apenas com mulheres, entre um dos temas abordados está o da violência doméstica contra a mulher que tem porcentagem gigantesca entre mulheres evangélicas, além de comparecer ao evento Marcha para Jesus de SP, também liderado por Sonia e seu marido Estevam Hernandes, Bolsonaro já esteve com o casal de bispos em outras ocasiões oficiais como a cerimônia de posse presidencial e atos oficiais em Brasília.

Além de Bolsonaro e a primeira dama, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares, e a Dra. Karina Kufa, que concedeu uma entrevista exclusiva à emissora cristã, nenhuma mulher ou personalidade que representa a luta feminina ligados à oposição recebeu medalhas.

Veja aqui o vídeo do momento da entrega:


Imagem: iGospel - Bispa Sonia Hernandes e Ministra Damares Alves


Imagem: iGospel - Bispa Sonia Hernandes e Michelle Bolsonaro 


Imagem: iGospel - Bispa Sonia Hernandes e Dra. Karina Kufa

Deixe seu Comentário


Raquel Moraes de Carvalho - 06/03/2020 07h42
O que dizer dessa postura de favorecimento e redução entre nós as mulheres??? Bispa você não representa nada, é excludente, ficou nos Estados Unidos ( da qual a lembrança para o casal não é das melhores -presos ), e agora continuam presos a um governo onde inferioriza a mulher constantemente. Somos agredidas o tempo todo. Amei a bandeira cigana Dra. Karina. Optchá