Imagem:Reprodução Rede Globo


OBRIGADA A SE PROSTITUIR NO PRESÍDIO POR UMA PASTA DE DENTE, SUZY NÃO RECEBE VISITAS HÁ 8 ANOS 


Por: Redação

A reportagem do médico Dráuzio Varella, exibida no Fantástico mostrou a realidade das mulheres transexuais nas penitenciárias, além do desrespeito ao gênero e todas as questões de desrespeito a dignidade humana, a solidão é quase via de regra no decorrer do cumprimento da pena, Drauzio encontrou a personagem principal Suzy Oliveira que revelou estar há cerca de 8 anos reclusa sem receber visita de ninguém, diante da repercussão do caso a comoção nas redes fez com que a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) viesse a público informar o endereço para o envio de cartas confira:

A publicação na página oficial da SAP no Facebook diz:


Imagem:Reprodução do Facebook 


“CARTAS PARA SUZY: 

Tendo em vista a repercussão de reportagem exibida pelo Programa Fantástico do último domingo, com a presa trans Suzy Oliveira, recolhida na Penitenciária I "José Parada Neto", a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) recebeu pedidos de todo Brasil de pessoas e entidades interessadas em enviar cartas à reeducanda, que afirma estar sem receber visitas há 8 anos. 

Diante disso, a SAP esclarece que o endereço para envio de correspondência é o da unidade:  Rua Benedito Climérico de Santana, 600, Várzea do Palácio, CEP 07034-080, Guarulhos/SP. Favor colocar o nome da reeducanda no envelope.

A Pasta esclarece que os presos recebem corriqueiramente material de higiene da unidade prisional, e, especificamente no caso da presa Suzy, ela recebe mensalmente 75% do salário mínimo pelo trabalho da empresa que presta serviços, recurso que pode usar para complementar suas despesas pessoais.”

Deixe seu Comentário